Troca de saberes críticos, repertórios contemporâneos, processos criativos a partir da cultura + arte e da reapropriação da mídia pela comunidade escolar. São feitos diagnósticos prévios, formato e linguagem adaptáveis aos desejos e necessidades de cada comunidade escolar, faixas etárias, potenciais criativos, planos político pedagógicos e temáticas transversais.

  1. EDUCOMUNICAÇÃO: Método de ensino para reapropriação da produção e leitura crítica dos produtos da mídia.
  2. MidiAção: A partir de abordagens nas quais os professores são mediadores da troca de saberes
  3. Eixos conceituais do que, em mídia e temáticas contemporâneas “jovens aprendem com jovens”, “uma geração aprende com outra” e o professor é mero facilitador, propositor de intercâmbios.
  4. MÍDIAS Tecnologias que devem ser de fácil acesso e reapropriação democrática.
  5. ARTEMÍDIA NA ESCOLA Incentiva sujeitos a serem criadores a partir da arte e da mídia, subvertendo as questões das máquinas e da produtividade programada (produção e consumo e massa) para a sensibilidade, identidade e sentidos pedagógico